Conheça como a nova estrutura de admissão será organizada


10 de junho de 2020

Compartilhe!

Logo do eSocial | Divulgação

Além do ganho na qualidade da informação e da implementação do processo de mudança organizacional, o desenvolvimento dos projetos na Unidade de Recursos Humanos (URH) favorecem a execução das demandas exigidas pelo eSocial e pelos objetivos estratégicos da Coordenadoria. A entrega do processo de admissão otimizado, por meio dos Projetos Processos e Sistemas da URH, conta com dois estágios principais:

Saneamento de todos os dados dos servidores ativos no CPS

Tendo em vista que o eSocial requer informações além das que são fornecidas atualmente, estão sendo realizados, dentro do Sistema Integrado de Gestão – SigUrh, ambientes que atendam a essas demandas.

A criação desses novos ambientes possibilita que, além do fornecimento das novas informações, seja possível efetuar a atualização dos dados funcionais e pessoais (juntamente com a inserção dos documentos comprobatórios) dos servidores ativos.

Vale destacar que é a partir das informações registradas no SigUrh que serão providenciadas as alterações no LACA (Prodesp) e eSocial. Portanto, caberá às Unidades de Ensino, através de ações periódicas, manter os dados pessoais e funcionais de todos os servidores e docentes de sua respectiva Unidade devidamente atualizados no SigUrh, pois será através desta informação que todos os demais sistemas do Centro Paula Souza serão atualizados.

Criação do novo módulo de admissão no CPS

As informações referentes às admissões no eSocial deverão ser prestadas em até 48 horas antes do início do exercício. Portanto, haverá a inversão do fluxo, pelo qual as Unidades de Ensino terão que, primeiro, efetuar o encaminhamento das admissões à área responsável para que, assim, possa ser feita a devida análise das informações e a posterior liberação das admissões, permitindo que, de fato, o servidor inicie seu exercício.

O que trará essa nova dinâmica?

  • Procedimentos de admissões otimizados, com a construção de módulos interligados, como: ASO Admissão, solicitação de PIS/PASEP, acumulação de cargo, atribuição de aula, publicação de portaria de admissão e ato decisório, contrato de trabalho, cadastro de dependentes, SP-Prevcom, vale transporte e BDP de admissão;
  • Introdução das regras de leis vigentes, dentro do sistema;
  • Qualidade nas informações prestadas com o envio de documentos comprobatórios dentro do SIG, para uso coletivo.

As mudanças acima trarão ganhos diários a todos, como maior transparência em todo o processo, facilidade no controle da qualidade das informações prestadas e redução na possibilidade de erros.