Como a Unidade de Recursos Humanos se prepara para as adequações de seus processos internos


30 de abril de 2020

Compartilhe!

Projetos dão subsídio às ações de implantação do eSocial | Foto: Felipe Furtado, Unsplash

Com o objetivo de reduzir o retrabalho, unificar as informações e integrar as áreas, a Unidade de Recursos Humanos (URH) trabalha com projetos compostos por equipes multidisciplinares de docentes do Centro Paula Souza e servidores administrativos, da própria Coordenadoria, para gerenciar os processos e propor novas soluções tecnológicas para facilitar o trabalho das 296 Unidades de Ensino da instituição em todo o Estado de São Paulo.

Projetos em andamento

Desde 2013, a URH conta com o projeto de implantação e expansão do Sistema Integrado de Gestão (SigUrh), que busca padronizar os procedimentos administrativos, e, desde 2018, com o projeto de Gerenciamento de Processos de Negócio (BPM – Business Process Management), que analisa e otimiza os processos existentes na Coordenadoria.

A partir da análise crítica dos processos pelo Projeto de BPM, outros quatro projetos foram implantados na Unidade de Recursos Humanos como propostas de solução: Processos, Sistemas, Comunicação e Pessoas que, juntos, otimizam os processos, criam novas soluções informatizadas, geram peças de comunicação e manuais de orientação, e possibilitam o treinamento e desenvolvimento dos servidores.

Neste ínterim, surge também o projeto de inclusão do eSocial na URH, buscando reduzir as dificuldades que a instituição possa encontrar diante às necessidades sinalizadas pelo sistema de escrituração do Governo Federal. O surgimento das demandas do eSocial priorizou o foco das ações dos demais projetos.

Melhorias e benefícios

Antes mesmo das exigências de novas soluções para questões trabalhistas, previdenciárias e fiscais trazidas pelo eSocial, a URH já se antecipava, ao trabalhar com projetos, em instrumentalizar e melhorar os processos para que as Unidades de Ensino conseguissem se dedicar mais e melhor à qualidade da educação profissional e ao desenvolvimento social, tecnológico e econômico do Estado.

Na URH, os projetos são capazes de melhorar a entrega de serviço à comunidade em geral, docentes e às áreas administrativas de todo Centro Paula Souza, gerando, por exemplo, o ganho na qualidade da informação, a implementação do processo de fortalecimento e mudança de cultura organizacional, a utilização do conhecimento como recurso estratégico e a capacitação de pessoas para a adaptação à nova realidade.