Participação feminina marca presença na Unidade de Recursos Humanos e em todo o Centro Paula Souza


4 de março de 2020

Compartilhe!

Parte das mulheres do Projeto Comunicação da Unidade de Recursos Humanos | Foto: Divulgação

No próximo domingo (08) é comemorado o Dia Internacional das Mulheres, uma importante data para a reflexão, reafirmação da importância e valorização feminina. A data foi oficializada pela Organização das Nações Unidas (ONU) nos anos 1970 e é marcada pela luta histórica das mulheres na busca de igualdade de gênero na sociedade.

No Centro Paula Souza, a presença feminina é atuante e visível nas Unidades de Ensino e na Administração Central. Por isso, ressaltamos aqui alguns aspectos do protagonismo e da representatividade feminina no âmbito da instituição.

Na Unidade de Recursos Humanos

Mais de 70% dos cargos de liderança da Unidade de Recursos Humanos são ocupados, atualmente, por mulheres. Elas estão à frente da metade dos departamentos da coordenadoria e são responsáveis por 8 de 9 outros setores, entre núcleo, divisões e assistência técnica.

A atuação feminina na Unidade de Recursos Humanos, além de ser muito presente, é eficiente e robusta. O fator gênero, atualmente, não é uma condicionante para a ocupação de funções de chefia, procurando designar os servidores mais preparados para liderarem as equipes.

No Projeto Comunicação

Fruto do Projeto de Gerenciamento de Processos de Negócio (BPM) da Unidade de Recursos Humanos (URH), no Projeto Comunicação 8 mulheres atuam diretamente na elaboração do URH Informa, do novo site da URH e dos novos manuais de instrução. As três frentes de atuação do projeto são lideradas por mulheres.

URH Informa: o informativo periódico da URH é encabeçado pelas servidoras Lorayne Ribera Guedes (do Núcleo de Controle Funcional – NCT) e Mariliza Bettega Doja Fior (da Divisão de Pagamento e Encargos – DPE);

Site da URH: a idealização e gestão do novo site é liderado pela servidora Janemara de Almeida Milone (do Núcleo de Ações Judiciais – NAJ);

Manuais: a elaboração dos novos manuais é liderada pela servidora Aline Felicio Leister Rodrigues (do Departamento de Gestão Estratégica e Funcional – DGEF).

Além das 4 líderes, o Projeto Comunicação conta, ainda, com a atuação de outras mulheres: Cristina Aparecida da Silva (do Núcleo de Pagamento de Pessoal – NPP), Jéssica Thaís Souza Oliveira Santos (do Núcleo da Promoção de Saúde Ocupacional – NPSO), Karina da Silva Alves (do NPP) e Tatiana Almeida Diniz Carbone (do NAJ).

No Centro Paula Souza

As mais altas funções da instituição são atualmente ocupadas por mulheres. A Profª Laura Laganá atua como Diretora-Superintendente desde 2004, sendo a primeira mulher exercendo essa atividade no Centro Paula Souza. Na Vice-Superintendência, a atual Vice-Diretora é a Profª Emilena Lorenzon Bianco. Ter a figura feminina à frente do Centro Paula Souza inspira outras mulheres na construção de suas carreiras profissionais.

Mais de 8.500 mulheres atuam no Centro Paula Souza. Juntas, elas representam 45% do capital humano da instituição.

42% das Escolas Técnicas Estaduais (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) possuem mulheres na Direção das Unidades de Ensino.

Um exemplo de Etec dirigida por uma mulher é a Etec Profª Marinês Teodoro de Freitas Almeida, em Novo Horizonte, que realiza, ao longo deste mês, uma série de ações multidisciplinares para a reflexão e conscientização do papel feminino nas diversas áreas do conhecimento.

“A função de Diretora me proporcionou muitos desafios profissionais. Ser mulher e ocupar espaços de liderança sempre é desafiador. Temos que lidar com toda a comunidade, com os alunos, com docentes, enfim, com uma gama muito diversa de pessoas. O Projeto Ciranda de Cidadania da Etec de Novo Horizonte vem, justamente, para trazer reflexão e reafirmação da importância e atitude protagonista das mulheres nas diversas áreas de conhecimento e de atuação profissional. Os desafios também trazem muitas alegrias. A maior delas, sem dúvida é contribuir para que outras pessoas tenham encontrado os melhores caminhos para sua iniciação acadêmica e profissional”, disse Jussara da Silva Tavares, Diretora da Etec.