Professores e servidores administrativos do CPS devem efetuar a atualização cadastral


18 de agosto de 2020

Compartilhe!

Abertura do sistema vai acontecer no próximo dia 8 de setembro. | Foto: Divulgação

Todos os servidores (administrativos e docentes) do Centro Paula Souza (CPS) deverão atualizar suas informações cadastrais, de modo virtual, pelo Sistema Integrado de Gestão da Unidade de Recursos Humanos (SigURH) a partir do próximo dia 8 de setembro. O objetivo do novo processo é manter uma base de dados atualizada e de fácil acesso.

Os dados atualizados e a documentação comprobatória serão informados em novo ambiente específico no sistema. Os Diretores de Serviço da área administrativa das Etecs e Fatecs ficarão responsáveis pela análise e validação das informações. Havendo necessidade de correção, o trâmite (devolutiva e envio de documentos) é efetuado no mesmo ambiente virtual.

Cronograma

Detalhamento das atividadesData inicialData final
Inscrições para webinars para professores e servidores administrativos19/08/202028/08/2020
Webinars31/08/202002/09/2020
Atualização dos dados cadastrais no Sistema Integrado de Gestão da URH (SigURH)08/09/202007/10/2020
Validação pela Diretoria de Serviço da área administrativa08/09/202010/11/2020

Materiais de apoio e capacitações aos servidores

Para auxiliar neste processo, a Unidade de Recursos Humanos (URH) do Centro Paula Souza irá disponibilizar no dia 3 de setembro um Manual de Atualização Cadastral para Servidores, com o passo-a-passo de como realizar o procedimento no SigURH. Além disso, um Guia da Atualização Cadastral também será disponibilizado no mesmo dia, trazendo os principais pontos do novo procedimento e sua importância, bem como orientações aos servidores.

Uma série de capacitações serão oferecidas pela URH aos quase 20 mil servidores no final de agosto e início de setembro. As inscrições para os treinamentos acontecerão a partir do dia 19 (quarta-feira).

Importância e impactos

Ao deixar de manter os dados cadastrais atualizados, o servidor pode encontrar dificuldades para solicitar e sacar o FGTS, receber Seguro-Desemprego, obter o crédito do PIS/PASEP, efetuar a declaração e restituição do Imposto de Renda, ter o ressarcimento de despesas e, até mesmo, realizar o pedido de aposentadoria, dentre outros impactos negativos.

Veja Também