Conheça a importância da área de Recursos Humanos em humanizar as relações de trabalho


30 de dezembro de 2019

Compartilhe!

Imagem ilustrativa. (Foto: Aarón Blanco Tejedor | Unsplash)

No ambiente de trabalho, as relações humanas se dão de diversas maneiras e são fundamentais para o bom desenvolvimento das tarefas. Muitas vezes consumidos pela rotina, é necessário pensarmos sempre em, de fato, tornar as relações de trabalho cada vez mais humanas.

No ambiente de trabalho, as relações humanas se dão de diversas maneiras e são fundamentais para o bom desenvolvimento das tarefas. Muitas vezes consumidas pela mecanicidade que a rotina impõe, é necessário pensar sempre em, de fato, tornar as relações de trabalho cada vez mais humanas.

Diretamente ligada à construção da cultura organizacional, a humanização no trabalho envolve o desenvolvimento de um ambiente saudável e respeitoso, capaz de flexibilizar práticas e aproximar os trabalhadores da organização em que trabalham, buscando adaptar processos e procedimentos da instituição às necessidades dos colaboradores.

Humanizar as relações de trabalho requer um olhar de empatia sobre o trabalhador, que passa a ser visto não mais apenas como mão de obra, mas sim como um indivíduo único, dotado de anseios, dificuldades e que necessita de apoio nas suas ações.

A área de Recursos Humanos (RH) tem papel estratégico no planejamento e implementação destas novas práticas humanizadas de gestão de pessoas, sendo capaz de fomentar o processo de mudança de pensamento e comportamento dos colaboradores. Ações que objetivem a valorização e desenvolvimento do indivíduo, de suas potencialidades, competências e habilidades, além de promoverem a interação, são capazes de estimular e motivar o trabalhador na rotina de trabalho.

Considerando o contexto escolar, o educador Paulo Freire escreveu sobre como as relações humanas acontecem e como a humanização, no ambiente de trabalho, colabora para a satisfação dos trabalhadores e de todos aqueles que se beneficiam com o serviço prestado.

Escola é o lugar onde se faz amigos. Não se trata só de prédios, salas, quadros, programas, horários, conceitos… Escola é, sobretudo, gente. Gente que trabalha, que estuda, que se alegra, se conhece, se estima. O diretor é gente, o coordenador é gente, o professor é gente, o aluno é gente, cada funcionário é gente. E a escola será cada vez melhor na medida em que cada um se comporte como colega, amigo, irmão. Nada de ‘ilha cercada de gente por todos os lados’. Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir que não tem amizade a ninguém nada de ser como o tijolo que forma a parede, indiferente, frio, só. Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar, é também criar laços de amizade, é criar ambiente de camaradagem, é conviver, é se ‘amarrar nela’! Ora , é lógico… Numa escola assim vai ser fácil estudar, trabalhar, crescer, fazer amigos, educar-se, ser feliz.

Paulo Freire