CPS busca parceiros para concessão de descontos a servidores

Empresas de qualquer natureza podem se credenciar em chamamento público para oferecer condições e benefícios especiais para os servidores do CPS; encaminhamento de propostas está disponível em edital

30 de novembro de 2022 12:28 pm Destaque

Ofertas e descontos exclusivos poderão ser utilizados pelos servidores ativos do CPS | Foto: Jess Bailey/Unsplash

Atualizado em 30/11/2022 – às 16h48

Está aberto o período para que empresas e demais pessoas jurídicas possam se credenciar para oferecer descontos em serviços ou fornecimento de bens aos servidores do Centro Paula Souza (CPS). As organizações têm até novembro de 2024 para encaminhar as propostas, nos termos do edital do chamamento público.

Com a ação, os professores e servidores administrativos em atividade nas Escolas Técnicas (Etecs) e Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais e na Administração Central do CPS terão acesso a cupons e descontos exclusivos para a compra de produtos e serviços de lazer, hotelaria, educação, idiomas, alimentação, saúde e bem-estar, dentre outros.

“Esperamos que, com o credenciamento dos parceiros, os nossos empregados públicos possam usufruir de descontos reais e diferenciados na aquisição de bens e serviços de qualquer natureza”, afirma Vicente Mellone Junior, coordenador de recursos humanos do CPS. “Essas oportunidades melhoram a relação do trabalhador com a instituição e colaboram para aumentar o senso de pertencimento”, ressaltou.

Experiência do empregado

Atenta às tendências de gestão de pessoas no cenário público e privado, a Unidade de Recursos Humanos (URH) do CPS vem desenvolvendo, nos últimos anos, estratégias para a modernização da prestação de serviços às unidades de ensino e servidores, como a remodelagem dos processos e as ações de treinamento e desenvolvimento.

Para a coordenadora de projetos da URH, Karen Teixeira, oferecer uma experiência de qualidade ao servidor é uma prioridade. “Temos investido em projetos com ênfase em gestão e desenvolvimento de pessoas que, aliados às áreas especializadas da URH, têm sido fundamentais para as mudanças que estamos fazendo”, relatou. Segundo ela, essas ações impactam diretamente na forma como os empregados se relacionam com o trabalho.

Os estudos realizados pela URH para a concessão de benefícios e descontos no formato do chamamento público levaram meses. “Primeiro, olhamos para o que outras pastas da administração direta e autarquias paulistas vêm fazendo para melhorar a experiência dos trabalhadores. Depois traçamos as possibilidades e as aliamos às estratégias da própria URH”, explica Fagner Fortunato, que também coordena projetos de desenvolvimento de pessoas na Unidade de Recursos Humanos.

A diretora de normas e legislações da URH, Thais Fortes, destacou o papel de sua área para subsidiar os estudos. “O Departamento de Gestão de Normas e Legislações (DGNL) tem em seu DNA a proposição de medidas para o aperfeiçoamento da aplicação das leis em prol da administração de pessoal”, destacou. O DGNL atuou diretamente na formulação da proposição do chamamento público que foi submetido à Área de Gestão de Parcerias e Convênios (AGPC), da Assessoria de Desenvolvimento e Planejamento (ADP) do CPS.

Novos horizontes

Agora, o desafio é estabelecer parcerias para contemplar os servidores de todas as regiões do Estado de São Paulo. Para tanto, a URH solicita que professores e servidores administrativos de cada localidade possam indicar empresas e instituições de seus municípios e regiões. Um formulário eletrônico será disponibilizado nos próximos dias para esta finalidade.

Uma ferramenta de gestão dos descontos está em fase de planejamento e será disponibilizada para os servidores do CPS em breve.

Compartilhe


Veja também

Governo do Estado de SP